Conversando e recuando no tempo…

Quando uma simples troca de mensagens nos transporta no tempo e traz ao de cima personagens VIP da nossa época. Reproduzo-a tal como registada na página de Luiz Filipe, no Facebook, juntamente com 4 fotografias, legendadas por mim mais abaixo.

Luíz Filipe

O meu nome é Luíz Oliveira. Sou sobrinho da Bertina Lopes, Custódia Lopes. A minha Mãe tinha uma Farmácia em frente ao Arcebispado, perto dos SMAE (Farmácia Moderna). Sou sobrinho também do Virgílio de Lemos. Entretanto descobri nos meus recantos fotográficos FOTOS tiradas pelo meu Pai, que a si lhe envio com toda a consideração, originais e tiradas em 58 e 60 salvo erro ! Abraço Moçambicano.

2-alinhdos-no-campo-do-sporting

4-alinhados-jogo-entre-a-e-b-garradas

3-alinhados-jogo-entre-a-e-b

  • Francisco Velasco

    – A foto de cima foi tirada no campo de futebol do Sporting, numa recepção que a população e os clubes nos prestaram, após a conquista do Torneio de Montreux e o Mundial de 1958 no Porto. Da esq.: Vitor Rodrigues, Passos Viana, Velasco, Bouçós, Moreira, Adrião, Romão Duarte, Abílio Moreira e Manuel Carrelo. Vê-se também o famoso fotógrafo Carlos Alberto um tanto perdido por detrás.

    – A foto do meio, refere-se a um amigável entre os homenageados, no pavilhão do Clube Desportivo Malhangalene. Da esq.: Bouçós, Moreira, Abílio Moreira, Velasco, Adrião, árb. Garradas Domingues, (que parece estar a ver se temos os patins calçados…), Vitor Rodrigues, Manuel Carrelo, António Souto, Passos Viana e Romão Duarte.

    – A foto debaixo, no momento da entrada e desfile no pavilhão do Malhangalene, Da esq.: Abílio Moreira, Adrião, Velasco, Moreira e Bouçós. De costas: António Souto, Passos Viana e Vitor Rodrigues.

  • Luíz Filipe

    OK, mas lembra-se das pessoas de quem falei? Também não tem importância se não for o caso. Obrigado

    O campo julgava eu que era o do Desportivo.

  • Francisco Velasco

    Caro Luiz Filipe. Claro que me lembro da Bertina Lopes e da Custódia Lopes, bem com do Virgílio Lemos. Eu era um tanto mais novo que as suas tias e tio. São pessoas que fazem parte do historial de LM. Gostaria de saber o nome do seu Pai. E se me permitir colocarei estas fotos no meu site, com referência ao seu nome, uma vez que foi ele que tirou as fotos. Quanto ao campo era de facto o do Sporting.

    Nesse meu site foram publicadas fotos do desfile e das bancadas, repletas de pessoas, tiradas pelo saudoso fotógrafo do Notícias, Carlos Alberto, que se vê na “foto de cima”. Não tinha reparado nas outras duas, uma delas chapada ao lado do Romão Duarte, de óculos.

    Agradeço este contacto e diga-me se posso publicá-las, o que farei logo que tenha tempo. Um abraço.

    • Luíz Filipe

      Pode publicá-las sim senhor . O meu Pai (já falecido) chamava-se Teodomiro Oliveira e a minha Mãe Isaura Lopes , ambos Farmacêuticos. Cheguei a conhecer o Carlos Alberto , Ko Nam e claro o Ricardo Rangel. O meu Avô tinha um estabelecimento comercial mesmo em frente à Escola Paiva Manso e chegou a trabalhar com o Pai do Fernando Adrião por causa das peles. Muito obrigado

    • Luíz Filipe

      Salvo erro ainda terei mais uma ou duas dessas FOTOS históricas , mas não sei onde estão, são muitas e está tudo um bocado desorganizado.

    • Francisco Velasco

      O mundo começa a ficar pequeno, e acabamos todos circunscritos a LM, numa época em que todos nos acarinhavam.. Ko Nam não me lembro, do Rangel sim. Se porventura encontrar essa uma ou duas fotos, seriam bem vindas, pois o meu site pretende ser um repositório histórico, mas não há pressas. Assim que publicar contactá-lo-ei. Abraço.

    • Francisco Velasco

      Pronto, estamos conectados se aceitar o meu pedido de amizade.

    • Luíz Filipe

      Está feito. Foi um prazer. LF

      . . .

      Como complemento desta conversa, quero registar que a Dr. Custódia Lopes foi minha professora nos primeiros dois anos do ensino secundário, leccionando no Liceu Feminino onde colocaram os alunos que tinham passado os exames de acesso com notas elevadas. Segui de relance a sua carreira política que a levou à Assembleia Nacional, como deputada por Moçambique. Quanto à Bertina Lopes, quem é que desconhece a sua carreira artística bem como o Virgílio Lemos, poeta que conviveu com o Rui Knopli e José Craveirinha ? 

 

This entry was posted in Da Cartola. Bookmark the permalink.

2 Responses to Conversando e recuando no tempo…

  1. Joaquim José arruda vicente says:

    Sr. Velasco, apresento me como filho do pinduca ALM e sobrinho de José Arruda e devo dizer que apesar de o Hoquei estar, penso eu, a perder a expressao que tinha quando era miudo, continuo um apaixonado pela modalidade….creio que nesta sua aventura de deixar por escrito muito do que o meu pai me contou…simplesmente fascinante, desde ha pouco sigo o seu blog e devo dizer que me maravilha muito….os meus parabens e uma perguntinha para terminar – era tambem um crack nos matraquilhos como com o stick? Bem, o meu pai sempre dizia que era mais malabarista que o Adriao e reflectia se quando em amigos tinham um convivio e entao demonstrava toda essa destreza como quando tinha o stick na mao…gostaria de poder ler um pouco mais de como viveu todos esses mundias e europeus e historietas engracadas que estejam relacionadas….um grande obrigado, quím ze

  2. Velasco says:

    Caro Quim Zé
    Prazer em receber este comentário. O atraso na resposta deve-se aos imprevistos da vida. Claro que continuarei a escrever o máximo possível sobre a minha vida desportiva. Matraquilhos não “havia pai”, como se costumava dizer e talvez escreva sobre isso.

    Todavia, acabei hoje de responder a um amigo de bons tempos. Sugiro que vá à minha página, “O Guarda-Redes” pois hoje será cansativo repetir o que lá escrevi para justificar o atraso.

    Um abraço e obrigado pela mensagem.

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *