1957 Lourenço Marques em Portugal

O ano crucial continua

Os resultados conseguidos contra a Selecção da Catalunha, virtual campeã da Europa, ressoaram além fronteiras e os dirigentes e jogadores dessa famosa equipa, de regresso a sua terra, em declarações feitas à imprensa metropolitana, com grande espírito desportivo, elogiaram a qualidade do hóquei que tinham acabado de defrontar. Reza a história que um deles afirmou que a Selecção Portuguesa estava lá “em baixo”, nos confins de África.

Como resultado, a Selecção de Lourenço Marques foi convidada pelos federativos nacionais a fazerem uma digressão pela Metrópole e 3 meses depois a “Selecção dos Coca-Colas”, (assim era ela apelidada), desembarcou em Lisboa.

No dia 18, 19 e 20 de Setembro, a Selecção de Lourenço Marques, sempre em bolandas de cá para lá, empatou o primeiro jogo com o Académico do Porto, (1-1), venceu o Futebol Clube do Porto (?x?) e o Infante de Sagres(?x?), conquistando a taça do Torneio. No dia 21, derrotou a Selecção do Porto por (4×3).

Do dia 22 até ao dia 30 fez-se um intervalo de recuperação, entremeado por uma deslocação a S. João da Madeira cuja equipa foi derrotada por (8×3).

No dia 1 e 2 de Outubro, a Selecção de LM venceu o Dramático de Cascais e o Sport Lisboa e Benfica por (6×4) e (5×1), respectivamente. No dia 4 seguimos para Sintra onde perdemos por (2×6), numa partida sem significado para nós, dado que no dia seguinte iríamos defrontar a Selecção de Lisboa, que derrotámos por (7×1). Desta fase em Lisboa, infelizmente, não encontro as fotografias que poderiam ser muito ilustrativas.

Com estas actuações, ficou consagrada a supremacia do hóquei moçambicano sobre o metropolitano. Tudo isso no curto espaço de tempo de oito anos que medeia os juniores de 1949 que assistiram deslumbrados a um hóquei que desconheciam e os seniores de 1957 que bom partido tiraram das imagens que colheram.

Posteriormente, no dia 30 de Novembro, disputámos a Taça Amizade, sem o Adrião que regressara a casa, tendo vencido na 1ª mão, em Lisboa, por (3×2) e perdido a 2ª, em Barcelona por (4×1), no dia 7 de Dezembro, apesar da muito aplaudida exibição do Moreira que, a meu ver, realizou uma das suas melhores exibições de sempre, evitando um resultado mais pesado. Logo de seguida, em 14 de Dezembro, viajámos para Bolonha para disputar a II Copa Latina que conquistámos.

[nggallery id=26]

This entry was posted in Álbuns. Bookmark the permalink.

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *